Results for: decepção Search Results
Family Filter:
0:27
Soccer World Cup 1994 is coming - A Rede Globo (também conhecida como TV Globo ou simplesmente Globo) é uma rede de televisão brasileira que iniciou suas atividades no dia 26 de abril de 1965, no Rio de Janeiro. Foi fundada e dirigida pelo empresário Roberto Marinho até sua morte, em 2003, quando passou ao controle de seu filho, Roberto Irineu Marinho. Atualmente, a emissora é uma das maiores de toda a América e a terceira maior do mundo, assistida por 80 milhões de pessoas diariamente.[1][2] A empresa faz parte do grupo empresarial Organizações Globo. A matriz da empresa encontra-se no bairro do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. O departamento de notícias está situado no Jardim Botânico, e seus principais estúdios de produção localizam-se no complexo conhecido como Projac, em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.Ayrton Senna da Silva (São Paulo, 21 de março de 1960 — Bolonha, Itália, 1 de maio de 1994) foi um piloto brasileiro de Fórmula 1, três vezes campeão mundial, nos anos de 1988, 1990 e 1991. Foi também vice-campeão no controverso campeonato de 1989 e em 1993. Faleceu em acidente no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, durante o Grande Prêmio de San Marino de 1994.A Copa do Mundo de 1994 foi sediada nos Estados Unidos, apesar da pouca tradição do futebol no país. A Copa 94 também bateu todos os recordes de público, mantido até hoje. Com um futebol extremante eficiente e com um grupo muito unido liderado pelo polêmico craque Romário, a Seleção brasileira conquistou o quarto título mundial. Foi uma copa de surpresas. A Bulgária que até ali em 6 participações anteriores jamais havia vencido um jogo de Copa do Mundo superou grandes favoritos, sendo a 1ª colocada em um grupo que tinha a Argentina, além de eliminar em um jogo emocionante a Alemanha, até então a Campeã mundial, por 2 a 1 nas quartas de final. Outra surpresa foi a Nigéria, com seu futebol ofensivo. Romênia e Suécia também surpreenderam. Os suecos ficaram com o 3º lugar ao derrotar a Bulgária por 4 a 0.A final, entre Brasil e Itália, entrou para a história por dois motivos: Primeiro, por fazer surgir a primeira seleção a conquistar o quarto título mundial (ambos os países já tinham ganho três mundiais). Segundo, porque foi a primeira vez que a final de uma Copa do Mundo foi decidida nos pênaltis. O jogo terminou em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. A vitória do Brasil veio após uma defesa do goleiro Taffarel e um chute para fora dos italianos Roberto Baggio e Franco Baresi. O Brasil recuperava a coroa e conquistava assim o inédito quarto título da copa do mundo, igualado apenas no mundial de 2006, pela própria Itália, que perdeu para o Brasil nesta final de 1994. O grande destaque da copa foi o "baixinho" Romário, que com seus cinco gols e assistências perfeitas, como aquela em que deu à Bebeto contra os EUA, foi o principal nome brasileiro na Copa. Craque, polêmico, galanteador e boêmio, o baixinho brilhou e confirmou a sua espetácular fase vivida então no Barcelona; a Fifa o escolheu o melhor jogador da Copa de 1994. Na final o Brasil entrou em campo com: Taffarel; Branco, Aldair, Márcio Santos e Jorginho; Dunga(C), Mauro Silva, Zinho e Mazinho; Romário e Bebeto.A Argentina, que tinha Gabriel Batistuta, Claudio Caniggia e Fernando Redondo, caiu prematuramente nas oitavas de final, diante da Romênia de Gheorghe Hagi, Florin Răducioiu e Gheorghe Popescu, por 3 a 2. O escândalo do doping de Maradona, expulso do mundial, foi supostamente decisivo para o desequilíbrio do time que vinha bem até então, entretanto, a seleção argentina só havia enfrentado times fracos, e Maradona só havia feito um gol, contra a inexpressiva Grécia. Mas a grande decepção da copa foi a Colômbia. Credenciada por uma implacável goleada contra a Argentina por 5 a 0, pelas eliminatórias, em plena Buenos Aires, os colombianos chegaram aos EUA com status de favoritos. Só que perderam na estréia para a Romênia por 3 a 1 e perderam o rumo na competição. No jogo seguinte fizeram a festa dos anfitriões perdendo por 2 a 1.A solitária vitória sobre a Suíça por 2 a 0 de nada valeu e a seleção sul-americana que voltou a sua realidade de seleção de porte médio. O Brasil, liderado por Romário, dirigido pela dupla Parreira e Zagallo, foi para a Copa de 94 desacreditado pela difícil campanha nas Eliminatórias. Jogando um futebol burocrático, porém consistente em seu sistema de marcação e obediência tática, a seleção canarinho tinha na dupla de ataque Bebeto e Romário sua principal arma. Ganhou da Rússia por 2 a 0, de Camarões por 3 a 0 e empatou com a Suécia por 1 a 1.
28 Nov 2008
2571
Share Video

1:21
A Rede Globo (também conhecida como TV Globo ou simplesmente Globo) é uma rede de televisão brasileira que iniciou suas atividades no dia 26 de abril de 1965, no Rio de Janeiro. Foi fundada e dirigida pelo empresário Roberto Marinho até sua morte, em 2003, quando passou ao controle de seu filho, Roberto Irineu Marinho. Atualmente, a emissora é uma das maiores de toda a América e a terceira maior do mundo, assistida por 80 milhões de pessoas diariamente.[1][2] A empresa faz parte do grupo empresarial Organizações Globo. A matriz da empresa encontra-se no bairro do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. O departamento de notícias está situado no Jardim Botânico, e seus principais estúdios de produção localizam-se no complexo conhecido como Projac, em Jacarepaguá, na Zona Oeste da cidade.Ayrton Senna da Silva (São Paulo, 21 de março de 1960 — Bolonha, Itália, 1 de maio de 1994) foi um piloto brasileiro de Fórmula 1, três vezes campeão mundial, nos anos de 1988, 1990 e 1991. Foi também vice-campeão no controverso campeonato de 1989 e em 1993. Faleceu em acidente no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola, durante o Grande Prêmio de San Marino de 1994.A Copa do Mundo de 1994 foi sediada nos Estados Unidos, apesar da pouca tradição do futebol no país. A Copa 94 também bateu todos os recordes de público, mantido até hoje. Com um futebol extremante eficiente e com um grupo muito unido liderado pelo polêmico craque Romário, a Seleção brasileira conquistou o quarto título mundial. Foi uma copa de surpresas. A Bulgária que até ali em 6 participações anteriores jamais havia vencido um jogo de Copa do Mundo superou grandes favoritos, sendo a 1ª colocada em um grupo que tinha a Argentina, além de eliminar em um jogo emocionante a Alemanha, até então a Campeã mundial, por 2 a 1 nas quartas de final. Outra surpresa foi a Nigéria, com seu futebol ofensivo. Romênia e Suécia também surpreenderam. Os suecos ficaram com o 3º lugar ao derrotar a Bulgária por 4 a 0.A final, entre Brasil e Itália, entrou para a história por dois motivos: Primeiro, por fazer surgir a primeira seleção a conquistar o quarto título mundial (ambos os países já tinham ganho três mundiais). Segundo, porque foi a primeira vez que a final de uma Copa do Mundo foi decidida nos pênaltis. O jogo terminou em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. A vitória do Brasil veio após uma defesa do goleiro Taffarel e um chute para fora dos italianos Roberto Baggio e Franco Baresi. O Brasil recuperava a coroa e conquistava assim o inédito quarto título da copa do mundo, igualado apenas no mundial de 2006, pela própria Itália, que perdeu para o Brasil nesta final de 1994. O grande destaque da copa foi o "baixinho" Romário, que com seus cinco gols e assistências perfeitas, como aquela em que deu à Bebeto contra os EUA, foi o principal nome brasileiro na Copa. Craque, polêmico, galanteador e boêmio, o baixinho brilhou e confirmou a sua espetácular fase vivida então no Barcelona; a Fifa o escolheu o melhor jogador da Copa de 1994. Na final o Brasil entrou em campo com: Taffarel; Branco, Aldair, Márcio Santos e Jorginho; Dunga(C), Mauro Silva, Zinho e Mazinho; Romário e Bebeto.A Argentina, que tinha Gabriel Batistuta, Claudio Caniggia e Fernando Redondo, caiu prematuramente nas oitavas de final, diante da Romênia de Gheorghe Hagi, Florin Răducioiu e Gheorghe Popescu, por 3 a 2. O escândalo do doping de Maradona, expulso do mundial, foi supostamente decisivo para o desequilíbrio do time que vinha bem até então, entretanto, a seleção argentina só havia enfrentado times fracos, e Maradona só havia feito um gol, contra a inexpressiva Grécia. Mas a grande decepção da copa foi a Colômbia. Credenciada por uma implacável goleada contra a Argentina por 5 a 0, pelas eliminatórias, em plena Buenos Aires, os colombianos chegaram aos EUA com status de favoritos. Só que perderam na estréia para a Romênia por 3 a 1 e perderam o rumo na competição. No jogo seguinte fizeram a festa dos anfitriões perdendo por 2 a 1.A solitária vitória sobre a Suíça por 2 a 0 de nada valeu e a seleção sul-americana que voltou a sua realidade de seleção de porte médio. O Brasil, liderado por Romário, dirigido pela dupla Parreira e Zagallo, foi para a Copa de 94 desacreditado pela difícil campanha nas Eliminatórias. Jogando um futebol burocrático, porém consistente em seu sistema de marcação e obediência tática, a seleção canarinho tinha na dupla de ataque Bebeto e Romário sua principal arma. Ganhou da Rússia por 2 a 0, de Camarões por 3 a 0 e empatou com a Suécia por 1 a 1.
26 Aug 2010
3041
Share Video

0:30
BEBETO Um dos maiores atacantes brasileiros nos anos 80 e 90, José Roberto Gama de Oliveira, o Bebeto, hoje mora no Rio de Janeiro (RJ) e trabalha como empresário. Depois que encerrou a carreira, Bebeto publicou o livro: "Você também pode ser feliz". Nele, o jogador conta um pouco da sua infância e sua história no futebol. Nascido em Salvador (BA), dia 16 de fevereiro de 1964, Bebeto começou a carreira nos infantis do Vitória (BA). Chegou a ser profissionalizado pelo rubro-negro da Boa Terra em 1983, mas no ano seguinte já vestia a camisa do Flamengo.No começo de trabalho na Gávea, Bebeto era apontado como sucessor ideal de Zico, que tinha deixado o Flamengo para defender a Udinese, da Itália. Aos poucos, o franzino jogador mostrava que tinha talento e poderia também fazer sucesso na equipe rubro-negra. Bebeto, na verdade, não era um meia autêntico como o Galinho, mas um atacante hábil e que também sabia fazer gols.Pelo Flamengo, Bebeto foi campeão carioca de 1986 e campeão da Copa União de 1987. Depois de brilhar quatro anos no time de maior torcida do país, Bebeto decidiu mudar de ares. E a saída da Gávea foi bastante polêmica. O atacante trocou o Flamengo pelo Vasco, em 1989.Logo em seu primeiro ano em São Januário, Bebeto foi peça fundamental na conquista do Campeonato Brasileiro de 1989. O time cruz-maltino, que tinha ainda Acácio, Luís Carlos Winck, Marco Aurélio, Célio Silva, Quiñonez, Mazinho, Zé do Carmo, Boiadeiro, Bismarck, William, Sorato, entre outros, bateu o São Paulo na final. Como não estava na melhor forma física, Bebeto ficou apenas na reserva da seleção brasileira de 1990 na Copa da Itália. A dupla de ataque titular do time comandado por Sebastião Lazaroni foi Careca (então do Napoli) e Muller (jogava no Torino).Em 1992, Bebeto deixou o Vasco da Gama para defender o Deportivo La Coruña, da Espanha. Viveu um bom momento no futebol espanhol, embora sua equipe não fosse considerada uma grande força do país. Barcelona, Real Madrid e Atlético Madrid eram os mais badalados. Em 1994, Bebeto teve finalmente a chance de disputar para valer uma Copa do Mundo. Ao lado de Romário, formou uma dupla de ataque que entrou para a história. Com os dois afinados, o Brasil comemorou o tetracampeonato nos Estados Unidos. Na final, o Brasil derrotou a Itália nos pênaltis, depois de ter empatado por 0 a 0 no tempo normal e prorrogação. O curioso é que Bebeto cobraria o quinto pênalti brasileiro naquela decisão, mas não foi necessário porque o italiano Roberto Baggio jogou para fora as chances da Azzurra.Pouco tempo depois de conquistar a Copa do Rei da Espanha pelo Deportivo La Coruña, em 19956, Bebeto retornou ao futebol brasileiro. Foi mais uma vez defender o Flamengo, que no ano anterior tinha investido muito na formação de um grande ataque no papel (Edmundo, Romário e Sávio) e que não tinha dado certo na prática. No Flamengo, Bebeto não conseguiu emplacar como em sua primeira passagem pela Gávea. Deixou o clube ainda no mesmo ano e retornou ao futebol espanhol, onde foi defender o Sevilla. Em 97, já estava de volta ao Brasil, desta vez para defender outro ex-clube: o Vitória.A contratação de Bebeto pelo rubro-negro baiano foi efetuada graças a uma parceria do clube com o banco Excel, o mesmo que na época também patrocinava o Corinthians. O Excel bancou para o Vitória o atacante Bebeto e levou para o Corinthians os meias Fábio Augusto e Fernando Diniz, o atacante Túlio Maravilha, os zagueiros Sangaletti e Antônio Carlos, o lateral-esquerdo André Luiz, entre outros. Com Bebeto, formando dupla com Agnaldo no ataque, o Vitória levantou a taça no Campeonato Baiano e também da Copa do Nordeste de 1997. Bebeto permaneceu no clube baiano também no segundo semestre, embora o Corinthians tenha tido muito interesse em tirá-lo do Barradão. Depois do Vitória, Bebeto defendeu o Botafogo, entre 1998 e 1999. Lá, ele foi campeão do Torneio Rio-São Paulo de 1998. Apesar de não ser o mesmo jogador de 1994, Bebeto também fora convocado para defender a seleção brasileira na Copa de 1998. Não chegou a ser uma grande decepção, mas também esteve longe de jogar um futebol igual ao da Copa dos Estados Unidos. Depois do Glorioso, o atacante defendeu ainda o Toroz Neza, do México (99), o Kashima Antlers, do Japão (2000), Vasco da Gama (2001 e 2002), Al Ittihad, da Arábia (2002), antes de encerrar a carreira de futebol. Seu último jogo oficial foi pelo time árabe contra o Flamengo de Guarulhos (SP), uma partida amistosa. JOGOS DE BEBETO PELO FLA Bebeto realizou 310 partidas com a camisa rubro-negra (170 vitórias, 78 empates e 62 derrotas) e marcou 151 gols (fonte: Almanaque do Flamengo - Clóvis Martins e Roberto Assaf).por Rogério Micheletti
1 Dec 2008
2996
Share Video

1:43
A Copa do Mundo de 1994 foi sediada nos Estados Unidos, apesar da pouca tradição do futebol no país. A Copa 94 também bateu todos os recordes de público, mantido até hoje. Com um futebol extremante eficiente e com um grupo muito unido liderado pelo polêmico craque Romário, a Seleção brasileira conquistou o quarto título mundial. Foi uma copa de surpresas. A Bulgária que até ali em 6 participações anteriores jamais havia vencido um jogo de Copa do Mundo superou grandes favoritos, sendo a 1ª colocada em um grupo que tinha a Argentina, além de eliminar em um jogo emocionante a Alemanha, até então a Campeã mundial, por 2 a 1 nas quartas de final. Outra surpresa foi a Nigéria, com seu futebol ofensivo. Romênia e Suécia também surpreenderam. Os suecos ficaram com o 3º lugar ao derrotar a Bulgária por 4 a 0.A Argentina, que tinha Gabriel Batistuta, Claudio Caniggia e Fernando Redondo, caiu prematuramente nas oitavas de final, diante da Romênia de Gheorghe Hagi, Florin Răducioiu e Gheorghe Popescu, por 3 a 2. O escândalo do doping de Maradona, expulso do mundial, foi supostamente decisivo para o desequilíbrio do time que vinha bem até então, entretanto, a seleção argentina só havia enfrentado times fracos, e Maradona só havia feito um gol, contra a inexpressiva Grécia. Mas a grande decepção da copa foi a Colômbia. Credenciada por uma implacável goleada contra a Argentina por 5 a 0, pelas eliminatórias, em plena Buenos Aires, os colombianos chegaram aos EUA com status de favoritos. Só que perderam na estréia para a Romênia por 3 a 1 e perderam o rumo na competição. No jogo seguinte fizeram a festa dos anfitriões perdendo por 2 a 1. A solitária vitória sobre a Suíça por 2 a 0 de nada valeu e a seleção sul-americana que voltou a sua realidade de seleção de porte médio. O Brasil, liderado por Romário, dirigido pela dupla Parreira e Zagallo, foi para a Copa de 94 desacreditado pela difícil campanha nas Eliminatórias. Jogando um futebol burocrático, porém consistente em seu sistema de marcação e obediência tática, a seleção canarinho tinha na dupla de ataque Bebeto e Romário sua principal arma. Ganhou da Rússia por 2 a 0, de Camarões por 3 a 0 e empatou com a Suécia por 1 a 1. Nas oitavas ganhou por 1 a 0 dos Estados Unidos em pleno feriado da independência americana. Nas quartas um grande jogo: Brasil e Holanda. A seleção marca 2 a 0 no segundo tempo. A Holanda reage com Bergkamp e Aron Winter; Branco amplia, 3 a 2 e o Brasil volta às semifinais de uma Copa. A seleção canarinho vence a Suécia com um gol de cabeça do baixinho Romário e 24 anos depois está numa final de copa, novamente contra a Itália. Já a Itália, de Roberto Baggio, teve duas fases distintas: uma campanha razoável na 1ª fase, classificando-se somente no número de gols marcados, em um grupo considerado de nível técnico mediano, com seleções do porte de México, Irlanda e Noruega. Na partida contra a Noruega, houve a primeira expulsão de um goleiro na história das copas, que foi o italiano Gianluca Pagliuca; na fase subseqüente, a partir das oitavas, quando eliminou sucessivamente Nigéria, Espanha e Bulgária, todos por 2 a 1, com Baggio brilhando.A final, entre Brasil e Itália, entrou para a história por dois motivos: Primeiro, por fazer surgir a primeira seleção a conquistar o quarto título mundial (ambos os países já tinham ganho três mundiais). Segundo, porque foi a primeira vez que a final de uma Copa do Mundo foi decidida nos pênaltis. O jogo terminou em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. A vitória do Brasil veio após uma defesa do goleiro Taffarel e um chute para fora dos italianos Roberto Baggio e Franco Baresi. O Brasil recuperava a coroa e conquistava assim o inédito quarto título da copa do mundo, igualado apenas no mundial de 2006, pela própria Itália, que perdeu para o Brasil nesta final de 1994. O grande destaque da copa foi o "baixinho" Romário, que com seus cinco gols e assistências perfeitas, como aquela em que deu à Bebeto contra os EUA, foi o principal nome brasileiro na Copa. Craque, polêmico, galanteador e boêmio, o baixinho brilhou e confirmou a sua espetácular fase vivida então no Barcelona; a Fifa o escolheu o melhor jogador da Copa de 1994. Na final o Brasil entrou em campo com: Taffarel; Branco, Aldair, Márcio Santos e Jorginho; Dunga(C), Mauro Silva, Zinho e Mazinho; Romário e Bebeto.
2 Dec 2008
4880
Share Video

7:56
www.emulinha.info Para baixar a série completa e muito mais com qualidade digital visite www.emulinha.info - O maior e melhor site de downloads! Episódio 25 (Último) - A Queda do Império Ano: 1973 País: Japão Título Original: Fuun Lion Maru Estréia no Japão: 14/04/1973 Número de episódios: 25 Criação: Tomio Sagisu (Souji Ushio) Roteiro: Toshiaki Matsushima e outros Trilha sonora: Hiroshi Tsutsui Direção: Koichi Ishiguro e outros Produtora: P-Production Emissora no Brasil: Manchete Elenco: Tetsuya Ushio (Shimaru), Ryoko Miyano (Shinobu), Tsunehiro Arai (Sankichi), Masaki Hayasaki (Jaguar), Shingo Fukushima (Joe Tiger). Sinopse: Depois que seu irmão foi morto pelos membros do clã Mantor do Diabo, Dan Shimaru parte pelo Japão combatendo os vilões liderados pelo misterioso Agdar. Com a misteriosa energia contida em um jato rústico que leva nas costas, o samurai errante se transforma em Lion Man. Em suas andanças, conhece a bela Shinobu e seu irmão caçula Sankichi, que o ajudam em diversas ocasiões. Shimaru também conhece outros guerreiros como ele: o arrogante Jaguar (inicialmente um rival) e o intrépido Joe Tiger. Curiosidades: * Um seriado clássico do início dos anos 70, Lion Man foi prejudicado no Brasil por ter sido exibido no auge da explosão de seriados live-action que ocorreu na virada dos anos 90, liderada por Jaspion e Changeman. A defasagem de produção (paupérrima mesmo para a época) gerou muito preconceito contra a série, o que fez passar batido pra muita gente o enredo sério e dramático. * Entre os momentos antológicos da saga de Lion Man, pode-se citar a morte do aliado Jaguar, mostrada numa história pesada e violenta. * Em outro momento, Shimaru critica a honra dos samurais e diz não aceitar a "morte honrosa" defendida por tantos guerreiros. O personagem era um ardoroso defensor da vida humana, o que contrastava com o violento mundo dos samurais e ninjas em que ele estava inserido. * Após várias reprises na TV Manchete, alguns episódios da série do Lion Man original (chamado entre nós de Lion Man Branco pra facilitar) foram exibidos. * O aliado Joe Tiger (Tiger Joe Jr., no original) é mostrado como um sucessor do primeiro Joe Tiger, que apareceu na série do Lion Man Branco e foi um grande sucesso na época. * A pitoresca trilha sonora utilizava elementos de faroestes italianos, muito populares na época. Guia de Episódios: 01) O Homem Foguete 02) O Invencível Jaguar 03) O Tanque Tartaruga 04) A Bomba Vulcânica 05) O Precioso Líquido 06) A Missão de Jaguar 07) A Fortaleza 08) A Misteriosa Arma 09) O Vale do Diabo 10) O Canhão Gigante 11) A Volta de Tiger 12) O Vingador das Trevas 13) Intrépido Lion Man 14) A Vingança de Lion Man 15) O Prisioneiro 16) Sem Amanhã 17) O Reino de Mantor 18) A Fortaleza Subterrânea 19) Ressuscite Lion Man 20) A Derrota de Shimaru 21) Irmãos Coragem 22) O Segredo do Santuário 23) Agdar vs Lion Man 24) Triste Decepção 25) A Queda do Império
29 Oct 2009
1105
Share Video

1:08
Eva, a primeira mulher, não podia imaginar tanta decepção ao conhecer o primeiro homem... Veja mais em WM - Pura Diversão, acesse *******wagnermonsores.blogspot****
3 Nov 2010
471
Share Video