Results for: passageiro Search Results
Family Filter:
0:33
Testemunhas contaram que o motorista da empresa vera cruz passou mal e perdeu o controle da direção. O ônibus subiu na calçada e atingiu o muro de uma casa e parte de um bar. A polícia abriu inquéritou para investigar o acidente.
28 May 2013
1726
Share Video

4:27
Este vídeo demonstra como as autoridades de transportes públicos e departamentos de monitoramento público se beneficiam, no seu trabalho diário, com as soluções da montral security usando o monitoramento de vídeo em rede Axis.Um sistema de vigilância centralizado com recursos em tempo real ajuda a detectar rapidamente e avaliar os incidentes de segurança no sistema de trânsito. Como resultado, as autoridades de trânsito e empresas de transporte pode minimizar os custos contra roubo de equipamentos, pichações e vandalismo, aumentar a segurança real e a percebida pelos passageiros e funcionários, além de minimizar o número de interrupções no serviço. Conheça mais acessando o link abaixo: http://www.montreal.smv.mobi/produtos/cftv-urbano/cftv-urbano-projetos-especiais/
9 Feb 2013
65
Share Video

1:00
http://www.cheidithimoveiscomerciais.com.br/ PRÉDIO 8 ANDARES CHACARA SANTO ANTÔNIO ALUGA COM 9.740M² • ÁREA CANSTRUÍDA...:9.740 M² • PAVIMENTOS.:08 • GARAGEM PARA 230 CARROS • Nº DE PAVIMENTOS 8 • CARGA DE PISO: 400 kg/m² • ELEVADORES: 4 elevadores com capacidade para 13 passageiros cada, velocidade de 1,75 m/s e memória de tráfego programada, com cabides em aço inox e piso em granito • AR CONDICIONADO: • Fan-Coil" com utilização de água gelada produzida torres de resfriamento. 1º e 8º andares: Sistema tipo expansão direta por self-contained com condensação a ar e distribuição por volume de ar variável. Demais pavimentos: Sistema tipo expansão indireta por "fan-coil", com utilização de água gelada produzida por unidades resfriadoras com condensação a água, torre de resfriamentocom tiragem forçada de ar e distribuição por volume de ar variável. • TELECOMUNICAÇÕES: Gestor de Telecom, fibra optica, TV a cabo e internet 24h • ENERGIA: de emergência: 230 kVA • HELIPONTO: • SEG. CONTRA INCÊNDIO : 2 escadas de emergência com portas corta-fogo, sprinklers, detectores de fumaça e calor, hidrantes, extintores e heliponto • PÉ-DIREITO LIVRE: 2,70m livres • SEG. PATRIMONIAL : CFTV, catracas, cancelas e segurança 24h CHACARA SANTO ANTÔNIO
29 Sep 2012
44
Share Video

5:58
Nascido na Inglaterra, aos vinte anos montou sua primeira banda, o Polka Tulk, que mais tarde ganhou o nome de Earth. No repertório, blues e rock com influências das bandas Cream, Blue Cheer e Vanilla Fudge. Em 1969, após descobrir a existência de uma banda homônima, Anthony "Tony" Iommi (guitarra), William "Bill" Ward (bateria), John "Ozzy" Osbourne (vocais) e Terence "Geezer" Butler (baixo) decidem adotar outro nome. A idéia surgiu a partir do título de uma história do escritor Dennis Wheatley (que também inspirou a composição de Butler), nascendo então o Black Sabbath. Após nove anos junto ao Black Sabbath, o oitavo álbum da banda, "Never Say Die!" (1978), veio para marcar a saída de Ozzy. Decidido a seguir carreira solo, ele forma o Blizzard of Ozz juntamente o guitarrista Randy Rhoads, o baixista Bob Daisley e o baterista Lee Kerslake. Sendo que o primeiro álbum, de mesmo nome, foi lançado na Inglaterra em fita demo, no ano de 1980 e nos EUA e no resto do mundo, no ano seguinte, pelo selo Jet Records, da CBS. O vocal personalíssimo de Ozzy somado ao talento inovador de Randy Rhoads renderam a sétima posição na parada Inglesa e a vigésima primeira na norte-americana para os hits "Crazy Train" e "Mr. Crowley". Impulsionados pelo sucesso nas vendas de seu debute, entre Fevereiro e Março de 1981 Ozzy e banda voltaram a estúdio para a gravação de seu segundo álbum, mas como a turnê do trabalho anterior estava pendente, o já intitulado "Diary of a Madman" acabou feito às pressas. O ensaio do solo de Rhoads na música "Little Dolls", por exemplo, virou versão oficial, além do que nenhum dos integrantes da banda chegou a participar da mixagem final do álbum. Para a turnê norte-americana que acabou acontecendo somente um mês e um dia após a gravação do "Blizzard of Ozz", Tommy Aldrige (bateria) e Rudy Sarzo (baixo) substituíram Daisley e Lee Kerslake. Devido a grande vendagem do álbum - que alcançou 500.000 cópias em menos de 100 dias, Ozzy e Sharon decidiram estender a turnê, porém, muitos shows tiveram que ser cancelados, já que pouquíssimos ingressos foram vendidos e o dinheiro arrecadado não foi suficiente nem para pagar a banda. Com o lançamento do segundo álbum, deu-se início a turnê pela Europa, só que três apresentações depois, Ozzy teve um colapso nervoso e todos retornaram aos EUA para que ele pudesse descansar. Recuperado e com uma super produção de 25 técnicos da Broadway e Las Vegas, recursos de última geração para o palco e 6.000 cópias do primeiro álbum sendo vendidos a cada semana, Ozzy voltou à ativa. Vale destacar que foi nessa época um dos acontecimentos que mais marcou a carreira do artista. Tudo aconteceu quando um fã, durante o show, atirou um morcego ao palco e Ozzy, acreditando se tratar de um artefato de plástico, mordeu a cabeça do animal e acabou tendo que tomar várias injeções anti-rábicas. O medicamento causou-lhe choques anafiláticos, entre outros problemas de saúde. Além disso, a grande repercussão por parte da imprensa sensacionalista levou entidades de proteção aos animais a protestarem contra os shows, inclusive, alguns tiveram que ser cancelados. Mesmo com tantos incidentes, a turnê continuou e com muito sucesso. Em meio à ascensão pungente da banda, um fato trágico estava por vir. No dia 19 de Março de 1982, durante uma parada na viagem que levaria Ozzy a Orlando (Flórida) para um show, parte da banda decidiu descansar a bordo do ônibus e o motorista, que também tinha licença para pilotar, convidou Jake Duncan e Don Airey para fazer um passeio aéreo e ao aterrissar, estendeu o convite a Randy Rhoads e Rachel Youngblood (maquiadora). Acredita-se que o piloto, ressentido pelo conturbado divórcio, tenha visto sua ex-esposa entrando no ônibus e decidiu lançar o avião contra o veículo. O ônibus onde estavam Ozzy, sua esposa e outros membros da banda não ficou muito danificado e ninguém ficou ferido, mas o avião explodiu, matando todos os passageiros. Ozzy entrou em profunda depressão com a perda de Randy Rhoads (seu melhor amigo) e decidiu adiar seus planos para o lançamento de um álbum ao vivo com o material gravado durante os shows, optando por uma coletânea de clássicos do Black Sabbath com o guitarrista Brad Gillis (Night Ranger), que ganhou o nome de "Speak of the Devil" nos EUA e "Talk to the Devil", na Inglaterra. Livre dos compromissos com a Jet Records, Ozzy assinou contrato com a Epic Records e Sharon decidiu que seria interessante um pouco de publicidade. A idéia inicial era que Ozzy soltasse duas pombas durante um encontro com os executivos da gravadora só que, a despeito dos acontecimentos com o morcego, Ozzy libertou uma das pombas e arrancou a cabeça da outra a dentadas.
4 Feb 2012
7520
Share Video

1:27
Aluguel de trenzinho da alegria para passeios, eventos, comemorações, festas institucionais de empresas, comércios, marchas, procissões . trenzinho da alegria com som, tv espaço interno para até 40 passageiros . SITE : WWW.GFFSOMEVENTOS.COM.BR TEL. 11-2475-3035 / 2408-0458 /
28 Jun 2011
567
Share Video

1:31
http://visualfilmes.blogspot.com/2011/01/passageiros-da-noite.html
14 Jan 2011
6353
Share Video

5:02
Balonismo uma aventura romântica Você já sonhou em flutuar no céu como uma nuvem? Levado somente pelo vento, como uma bolha de sabão subindo ao sabor da brisa numa linda manhã? E apreciar a beleza de toda a terra abaixo de você, lagos , montanhas rios e cidades , com uma visão ampla em todas as direções. Você sentirá os mais diversos aromas do frescor da manhã, e sentir o calor do sol calmamente aquecendo a terra. A Aventurar Equipe de Balonismo promove voos turísticos de balão a ar quente oferecendo uma aventura romântica inesquecível a bordo de seus modernos balões com a capacidade de até 12 passageiros em Boituva interior de São Paulo (116 km da capital São Paulo). Saiba Mais e http://www.balonista.com.br Tel 011 3326 8331 <a href=http://www.savetubevideo.com/ >youtube downloader kostenlos</a>
27 Aug 2010
539
Share Video

1:05
Ajuda as crianças do povoado de Tinqui - Ausangate foi um verdadeiro sucesso,obligado a todos nossos passageiros que nos apoiarom com suas doações. http://www.peruinfocusco.com Distributed by Tubemogul.
24 Apr 2010
261
Share Video

3:31
Maquete de uma escuna em escala 1:25 - Escola de modelismo naval Música: Kleiton e Kledir : Nuvem Passageiro de Hermes Aquino.
10 Apr 2010
1062
Share Video

1:37
Pequeno video sobre balonismo, em ArmeiosBalloons.com - Voos de passageiros, cativos e publicitarios.
8 Feb 2010
191
Share Video

5:36
FIORDES CHILENOS MALVINAS Antártida Fiordes Chilenos Malvinas Ilhas Falklands (Malvinas) Quem não pensou alguma vez: “Que bom seria estar aí, onde assoma o fim do mundo.” Viajar em um cruzeiro, fazer milhares de quilômetros e chegar até os lugares mais distantes e lindos do mundo, hoje está ao alcance de quem quiser. Na Argentina já começou a temporada de cruzeiros, a partir da qual, os turistas do mundo inteiro poderão conhecer todo o esplendor da Antártica, sua vida silvestre, suas cores, a magia de seus gelos eternos. Antes de atracar na Península antártica, estes cruzeiros costumam percorrer ilhas, fiordes e canais que se encontram situados entre magníficas paisagens. Durante as travessias em navio, que duram entre uma e três semanas, os turistas aprendem, de naturalistas e cientistas, conhecimentos básicos sobre os lugares geográficos que percorrem, como também sobre a flora e a fauna do lugar. Os passageiros podem entrar em contato com a natureza do litoral quando descem dos navios e navegam em botes semi-rígidos. Uma experiência única e irrepetível, que a cada ano atrai mais turistas e que ficará gravada na memória de cada visitante. A cidade argentina de Ushuaia costuma ser a porta de entrada para a Antártica. A partir desta cidade argentina, que é a mais austral do mundo, zarpam os cruzeiros que têm como destino o Cabo de Hornos, diferentes pontos da Península Antártica, as Ilhas Malvinas ou os fiordes chilenos. Outras saídas são feitas a partir da cidade chilena de Puerto Natales. Os cruzeiros de expedição possuem cabines distribuídas em várias categorias, todas elas com camas baixas, janela panorâmica, banheiro privativo, aquecimento, armários e caixa-forte. Uma travessia num quebra-gelos preparado para turistas pode incluir o seguinte percurso: Depois de sair de Ushuaia, o navio cruza a Passagem Drake, chamado desta forma como homenagem ao famoso navegante inglês do século XVI Sir Francis Drake, e no qual é possível avistar vários tipos de pássaros, como o albatroz e o petrel. Depois de uma travessia de 1000 quilômetros, o navio chega às Ilhas Shetland do Sul. Ali os cientistas mostram aos passageiros diferentes aspectos da vida dos pingüins além de poder ver de perto os pingüins Antártico, Gentoo, Adélia, e Penacho Amarelo, bem como as focas de Weddell, as Caranguejeiras e os Elefantes Marinhos do Sul, que passam muito tempo descansando na praia. Os passageiros saem do quebra-gelos e passeiam em botes semi-rígidos entre os icebergs, além de visitar as ilhas. Enquanto navegam pelo Estreito de Gerlache, podem admirar as baleias jubarte também conhecidas como baleias corcundas. Depois os turistas visitam algumas bases científicas da Antártica, como a Base Argentina Almirante Brown, que está localizada na Baía Paraíso, considerado um dos lugares mais maravilhosos da Península antártica. A expedição continua pelo Canal Neumayer e mais ao sul o Canal Le Maire, mais conhecido como a esquina "Kodak da Antártica". Os canais estreitos estão situados entre altas montanhas e neles os turistas podem observar geleiras e icebergs flutuando. Finalmente, na volta, cruza-se de novo a Passagem De Drake para desembarcar em Ushuaia.
1 Nov 2009
1184
Share Video

3:36
Cj é piloto de avião e está transportando passageiros, tudo ocorre bem, mas durante a decolagem pássaros danificam as turbinas do avião e Carl terá de fazer um pouso forçado, a vida dos passageiros está em suas mãos...
4 Feb 2009
3615
Share Video

0:30
O Fiat Tipo foi vendido no Brasil como importado entre os anos de 1993 e 1995, nas versões 1.6i.e, SLX 2.0 i.e e 2.0 16v "Sedicivalvole", este apenas em 1994. No ano de 1996 passou a ser fabricado no Brasil, apenas na versão 1.6 mpi. Em sua época competia no mercado com Golf, Astra e Escort. Sua produção foi interrompida em 1997.O Fiat Tipo chegou ao mercado brasileiro em setembro de 1993, de início com três portas e logo depois com cinco. Com um sistema otimizado de logística e uma estratégia de marketing agressiva, a Fiat conseguiu uma proeza: vender um carro ainda moderno e com bom equipamento de série (incluindo direção assistida, opcional nos concorrentes) por um preço competitivo, US$ 17 mil à época. A versão única de acabamento 1.6 i.e. não era luxuosa, mas oferecia como opcionais ar-condicionado, controle elétrico dos vidros e travas e teto solar. O revestimento dos bancos era claro e alegre, numa época em que predominava o preto. O motor 1,6-litro, o mesmo dos Fiats nacionais, tinha injeção monoponto e 82 cv, 10 cv a menos que no Uno 1.6R mpi lançado pouco antes, o que deixava seu desempenho muito fraco é sofrível quando carregado. Mas havia detalhes bem pensados: segunda chave "de manobrista" (não abria porta-luvas e porta-malas), dobradiças pantográficas no capô, banco do passageiro dianteiro com memória de posição (após afastado para o acesso, no caso do três-portas, retornava ao ajuste anterior de distância), tampa do porta-malas em plástico de alta resistência e um bom volante de quatro raios, muito preciso e de relação direta. Trazia também duas luzes traseiras de neblina, contra apenas uma na maioria dos carros. O limpador de pára-brisa não possuía duas velocidades mais funcionamento intermitente: apenas uma (rápida) e a intervalada, embora fosse de alta freqüência. As alavancas de acionamento dos limpadores e das luzes direcionais eram curiosamente iluminadas. Faltavam também freios a disco ventilados na dianteira, que o Uno usava desde o 1.5 SX de 1986. O sucesso levou a Fiat a rapidamente expandir a oferta. Em julho de 1994 chegava o Tipo SLX de 2,0 litros. O motor de duplo comando e 1.995 cm3 não era igual ao do Tempra oito-válvulas: tinha injeção multiponto, em vez de monoponto, e duas árvores de balanceamento, para anular as vibrações que havia de sobra no modelo nacional, mas o desempenho ainda o deixava bem aquém de um carro com seu nível. O SLX, vendido somente com cinco portas, trazia outras novidades: faróis de neblina, banco do motorista com ajustes de altura e de apoio lombar, apoio de braço central dianteiro, retrovisores e parte dos pára-choques na cor da carroceria, além do estofamento em veludo espesso na cor cinza-claro e um útil check-control no painel de instrumentos. As rodas de alumínio (opcionais) calçavam pneus 185/65-14, mais largos que os do 1,6 (175/65) e mais altos que os 185/60 empregados na Europa. Os freios a disco nas quatro rodas podiam incluir sistema antitravamento (ABS) opcional, além do airbag, também opcional. Veio também a versão realmente esportiva da linha, o "Sedicivalvole" (dezesseis válvulas em italiano), este modelo possuía motor 2,0 litros de 16 válvulas e 137 cv, fazia de 0 a 100 em 9,8 s, e atingia a incrível marca dos 206,7 km/h de velocidade máxima, apenas 9 quilômetros a menos que o Vectra GSI, que possui 150 cv e atinge 215,7 km/h com aceleração de 0 a 100 em 9,2 s. Esta versão do Tipo trazia ainda novidades como, bancos Recaro de fábrica, saias laterais e frisos vermelhos nos pára-choques, além da inscrição "Sedicivalvole" na tampa do porta-malas, tudo para deixar com um ar mais esportivo, mas era o mesmo Tipo, "carro família" que conhecemos, porém somente nas versões 2 portas, além de ter todos os outros itens que vinham nos outros modelos como, direção hidráulica, vidros elétricos, travas elétricas, ar condicionado e teto solar (elétricos nas versões SLX e 16V); como opcional tinha o sistema ABS. O Sedicivalvole veio com pneus 195/60 aro 14, diferente da versão que rodava na Europa que tinha pneus 185/55 aro 15, essa mudança na importação deveu-se às condições das estradas e pistas brasileiras, onde exige-se carros mais "guerreiros" para aguentar a buraqueira dos asfaltos, o que não era o caso do Tipo, que com a suspensão fraca, sofre muito em nossas ruas e estradas.
29 Nov 2008
3626
Share Video

3:50
Tudo é Passageiro - Primadonna Som Livre - Brasil Trilha Sonora de Malhação 2008
29 Sep 2008
643
Share Video

1:39
English: 271 passengers and crew aboard American Airlines Flight 191 and two on the ground lost their lives. Portugues: 271 passageiros e toda a tripulação a bordo do aviçao da American Airlines vôo 191, mais duas pessoas no solo, perderam suas vidas. Tags: United KLM Air 1907 MD-11 Simulation Real British Passenger Fire Explosão Explosion Hot USA Airplane Flaps Runway Landing Air Amazing Real Exclusive Car Helicopter voice recorder caixa preta people Pilot War
17 Sep 2008
153615
Share Video

0:57
Homem retira o órgão genital da calça e chega a encostá-lo em mulher dentro de coletivo no ES
31 Aug 2014
4511
Share Video